Bem vindos!

...............
Mensagens


Além da Terra, além do Céu

Além da Terra, além do Céu,

no trampolim do sem-fim das estrelas,

no rastro dos astros,

na magnólia das nebulosas.

Além, muito além do sistema solar,

até onde alcançam o pensamento e o coração,

vamos!

vamos conjugar

o verbo fundamental essencial,

o verbo transcendente, acima das gramáticas

e do medo e da moeda e da política,

o verbo sempre amar,

o verbo pluriamar,

razão de ser e de viver.

Autor: Carlos Drummond de Andrade
♥♥♥
♥♥

9 comentários:

Lídia Borges disse...

Carlos Drummond de Andrade é uma excelente escolha. Este poema "acima da gramática" que conjuga "o verbo amar, o verbo pluriamar" é belíssimo.

Gostei também do "postal" arco-íris de emoções melancólicas...

Um beijo

Lilá(s) disse...

Poema e imagem maravilhosos! saio encantada.
Bjs

legalmente loira... disse...

encantador...
a poesia e as imagens.
muito boa suas escolhas.
com carinho e bjos.

Baila sem peso disse...

Um canto de carinho cheio de ternura
O colorido do sonho numa aventura
Um horizonte de vontade e esperança
Como na mão de uma criança...

Além...numa mão de poeta
em que tudo se completa!

beijinhos

CamilaSB disse...

Olá Valvesta...agradeço a sua vivita e vim conhecer a sua janelinha... muito interessante... Gostei muito do poema que me deixou...doce sentimento feito poesia! Obrigada! "O verbo pluriamar" do Drummond...grande poeta de sábias e amorosas palavras! Beijinho e volte sempre...voltarei! Vou segui-la!

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Muito belo poema...adorei.


Beijinhos
Sonhadora

Luís Coelho disse...

Amar e pluriamar.
Riqueza de língua que transmite a força do amor que nos habita e dá sentido à vida.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

O amor é o objetivo maior da vida.
Mesmo que traga dor, um milhão de vezes esta dor,
do que uma vida sem
o sabor deste sentimento.


Dias de paz para ti.

Baby disse...

"o verbo sempre amar,


o verbo pluriamar,


razão de ser e de viver. "

Estou contigo e com Drummond!

Um beijo para ti.