Bem vindos!

...............
Mensagens

Frêmito do Meu Corpo

Frémito do meu corpo a procurar-te,
Febre das minhas mãos na tua pele
Que cheira a âmbar, a baunilha e a mel,
Doido anseio dos meus braços a abraçar-te,
.
Olhos buscando os teus por toda a parte,
Sede de beijos, amargor de fel,
Estonteante fome, áspera e cruel,
Que nada existe que a mitigue e a farte!
.
E vejo-te tão longe! Sinto a tua alma
Junto da minha, uma lagoa calma,
A dizer-me, a cantar que me não amas...
.
E o meu coração que tu não sentes,
Vai boiando ao acaso das correntes,
Esquife negro sobre um mar de chamas...

Florbela Espanca

5 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Forberla, sempre intensa. Nesse poema foi de novo, mas em sensualidade latente. Beijos

Vivian disse...

...lindíssima Florbela,
enfeitadinha de pura sedução!

post maravilhoso!

bj, querida!

Marta disse...

Obrigada pela partilha de um poema da Florbela Espanca...
Gostei também da imagem....
Obrigada pela visita.....
Beijos e abraços
Marta

Mgomes - Santa Cruz disse...

Olá amiga: Lindo poesia erotica de Florbela. linda a tua escolha para este post.
Um beijo
Santa Cruz

Sonhadora disse...

Minha querida
Florbela...maravilhoso poema.

Beijinhos
Sonhadora