Bem vindos!

...............
Mensagens


CORA CORALINA
Uma mulher que soube superar suas deficiências e ser dentro de suas limitações, além de si, de encontro ao desejo do coração, ser poesia.

DAS PEDRAS

Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.
Uma estrada,
um leito
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.
Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.
Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.


ANINHA E SUAS PEDRAS

Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.
.
Cora Coralina

.

8 comentários:

mfc disse...

É dessa vontade que se fazem as vitórias da vida!

manuel marques disse...

Bonita poesia.

Beijo querida amiga.

♫*Isa Mar disse...

Oi Valquíria, Cora Coralina é tudo de bom.
Mesmo atrasada te desejo um feliz dia do amigo, pois comemoramos as amizades todos os dias.
Beijos pra ti com carinho!

La Gata Coqueta disse...


Somos aves de paso que en el camino nos hemos encontrado abrazando la convivencia a través de las palabras.

Palabras que en conformidad con los pensamientos van describiendo diferentes lineas, consiguiendo que las pupilas del lector se queden abstraídas deleitándose con la lectura y las imágenes que le rodean...

El aprecio de tu amistad hoy la valoro más que ayer y mucho menos que mañana!!

Una acuarela de besos de despedida, pero no de olvidos...

¡¡Chao!!

María del Carmen

claudiaymarques disse...

Vlaquiria querida linda poesia...Vamso quebrar nossas pedrinhas..eu estou com um saco delas..rss...muito reflexiva amiga!! obrigada pela sua visita no café com bolachinha..
Meu trabalho voltando com o fim das ferias esta meio corrido...eu trasnporto crianças e Idosos em varias atividades.Por isso diminui a entrada no meu bloguinho por falta de tempo..mas to aqui...ufa!!
beijos...um bom fim de semana com muita paz
titi

MARILENE disse...

Maravilhosas as colocações de Cora coralina. Sempre tão direta e perfeita!

Bjs.

Pedra do Sertão disse...

Já gostava de Cora Coralina e agora com estes poemas que falam sobre pedras, fico a gostar ainda mais! Um pedido: você já ouviu ou leu o seguinte poema:
"Faça bem feito o que tiver que ser feito, nem que seja tecer um fio de ouro ou esfregar uma panela cacorenta". Há muitos anos uma pessoa me falou essa poesia, atribuindo-a a Cora Coralina. Nunca encontrei em nenhuma obra ou texto. Se souber se é de fato dela, avise-me, por gentileza. abraço

Dois Rios disse...

Quem melhor do que uma mulher simples e doceira para poetizar a vida com tanta desreza, não é mesmo, Valquíria?

Beijo,
Inês