Bem vindos!

...............
Mensagens


Se pudesse entender o frio de tua ausência
talvez nunca deitasse teu sol no final dos meus dias.

...Ou pudera pular as noites, essas sombras do que fomos
e sonhos que  nunca chegaram a existir...

As águas de muitos invernos encherão o mar dos meus olhos
sempre que as imagens refletirem em sua superfície... Em recordações...

Assim existirei presente nos crepúsculos, acenando nos raios fugidos
 da tua luz, que me deixaram entregue ao escuro frio da solidão.

Mantenho-me viva esperando à alvorada que reacende o fogo do querer-te
Por isso grito ao vento, mesmo que somente o eco do meu sentir responde-me.

Manterei viva a chama que ilumina o amor acima do mar, por nós!
Pelo sonho que embalo no peito, com fé que somente Deus testemunha.

Valquíria Calado


Um comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Fazer poesia será desnudar-se
Talvez beber-se em copos de magia
E depois de muito escrever - dar-se