Bem vindos!

...............
Mensagens











 
  Eros e Psique
    Conta a lenda que dormia 
    Uma Princesa encantada
    A quem só despertaria 
    Um Infante, que viria
    De além do muro da estrada.
    Ele tinha que, tentado, 
    Vencer o mal e o bem,
    Antes que, já libertado, 
    Deixasse o caminho errado 
    Por o que à Princesa vem.
    A Princesa Adormecida, 
    Se espera, dormindo espera, 
    Sonha em morte a sua vida, 
    E orna-lhe a fronte esquecida,
    Verde, uma grinalda de hera.
    Longe o Infante, esforçado, 
    Sem saber que intuito tem, 
    Rompe o caminho fadado, 
    Ele dela é ignorado, 
    Ela para ele é ninguém.
    Mas cada um cumpre o
    Destino 
    Ela dormindo encantada, 
    Ele buscando-a sem tino 
    Pelo processo divino 
    Que faz existir a estrada.
    E, se bem que seja obscuro 
    Tudo pela estrada fora, 
    E falso, ele vem seguro, 
    E vencendo estrada e muro, 
    Chega onde em sono ela mora,
    E, inda tonto do que houvera, 
    À cabeça, em maresia, 
    Ergue a mão, e encontra hera,
    E vê que ele mesmo era
    A Princesa que dormia.
    Fernando Pessoa

10 comentários:

Gisa disse...

Simplesmente lindo!
Um bj querida amiga

R.B.Côvo disse...

Fernando Pessoa botava mágica em tudo que escrevia. Um abraço.

José disse...

O meu carinho por você também é cem por cento.
Muito lindo o seu post.

Um bom fim de semana,
Um beijinho,
José.

Pérola disse...

Amei a lenda.
Muito linda!!!
Obrigado minha amada pelo seu carinho lá no meu blog.
Beijo grannnnnnnnnnnnnnnnnnnde.

Daniel Costa disse...

Valquíria

Eis que o belo poema tem declamação bem adequada. Gotei muito.
Beijos
Daniel

M. disse...

Pessoa sabe sempre bem. Com Maria e contigo...Melhor ainda:)

Olhos de mel disse...

Querida amiga; maravilhoso poema! Um debate entre o ser e não ser. Aceitar, ou não. Razões de ser e existir.
Bom fim de semana! Beijos

manuel marques disse...

beijo e bom fim de semana.

Maria disse...

Querida amiga, Fernando Pessoa é sempre uma excelente escolha.
Beijinhos
Maria

OceanoAzul.Sonhos disse...

Adoro Fernando Pessoa e este poema é encantado.
Um abralo

OA.S