Bem vindos!

...............
Mensagens


Como as nuvens nos braços dos ventos
assim é minha alma levada pela emoção.

É inútil querer manter a mansidão do mar, 
ele sempre revolta-se sem razão e joga-se sobre as rochas.

E quando chega a lua com suavidade querendo espelhar-senas suas águas,
ver-se estilhaçada... Esconde-se entre as nuvens escuras e chora.

Não consegue entender... Porque entre a noite e o dia tudo pode mudar?
Quando tudo era paz... Ou era silencio preparativo do caos, blefe do tempo!

Demora uma noite, uma madrugada, mas o amanhã acontece, vislumbro-a.
E mesmo que não seja a visão mais linda que contemplo, ainda assim, és luz.

Valquíria Calado

2 comentários:

Santa Cruz disse...

Valquíria: Lindo amei ler. Peço desculpa por andar fugido, mas a minha saúde não tem dado para mais.
Beijos
Santa Cruz

Graça Pires disse...

Um belo poema de quem tem a "alma levada pela emoção".
Beijo.