Bem vindos!

...............
Mensagens

Mia penso (Meu pensamento)

1-Sobre o campo, longe do mundo                               
2-Diante de uma noite de verão,
3-Uma amiga na roda
4-Canta um canto sobre a esperança.
5-E sobre uma vida destruída
6-Ela canta lastimando,
7-— Minha ferida contra-golpeada
8-Me dói ressangrando.
9-Você dorme? Ó, senhor,
10-Por que tal falta de movimento?
11-Ah, creio que uma lembrança
12-Da querida infância?
13-O que dizer? Sem chorar
14-Poderia ser uma conversa
15-Com uma senhorita que repousa
16-Após um passeio de verão!
17-Meu pensamento e tormento,
18-E dores e esperanças!
19-Quanto, de mim em silêncio,
20-A você já foram as ofertas!
21-O que tenho de mais querido
22-— A juventude — eu chorando
23-Coloquei eu mesmo sobre o altar
24-Do dever que ordena!
25-Sinto um fogo por dentro,
26-Também desejo viver, —
27-Algo me impele eternamente,
28-Se vou às pessoas alegres...
29-Se não agradam à sorte
30-Meu esforço e meu trabalho —
31-Venha-me já a morte,
32-Em esperança — sem dor

* Em  ESPERANTO         

1-Sur la kampo, for de l' mondo
2-Antaŭ nokto de somero,         
3-Amikino en la rondo               
4-Kantas kanton pri l'espero.     
5-Kaj pri vivo detruita               
6-Ŝi rakontas kompatante,         
7-— Mia vundo refrapita           
8-Min doloras resangante.         
9-Ĉu vi dormas? Ho sinjoro,     
10-Kial tia senmoveco?             
11-Ha, kredeble rememoro        
12-El la kara infaneco?               
13-Kion diri? Ne ploranta          
14-Povis esti parolado               
15-Kun fraŭlino ripozanta           
16-Post somera promenado!      
17-Mia penso kaj turmento,       
18-Kaj doloroj kaj esperoj!       
19-Kiom de mi en silento           
20-Al vi iris jam oferoj!              
21-Kion havis mi plej karan       
22-— La junecon — mi plorant 
23-Metis mem sur la altaron       
24-De la devo ordonanta!          
25-Fajron sentas mi intern          
26-Vivi ankaŭ mi deziras, —      
27-Io pelas min eterne,               
28-Se mi al gajuloj iras...            
29-Se ne plaĉas al la sorto          
30-Mia peno kaj laboro              
31-Venu tuj al mi la morto,         
32-En espero — sen doloro!      

Poema muito famoso de Zamenhof, é considerado uma obra-prima do esperanto. Foi escrita por volta de 1887, após Zamenhof conseguir um editor para seu primeiro livro de esperanto.
*
nota da postagem;  revelo aqui minha curiosidade ao assunto.

2 comentários:

ღPat.ღ disse...

Se tem uma imagem que fala mais que mil palavras, é esta última que postou... a ave e a mulher, lindíssima!

Mama, tuas palavras servem de alimento e afago para alma!
Saudades de ti, com Amor
filhota.

ღPat.ღ disse...

Mama,
Agora olhando bem...rs que percebi que é um homem e a ave, e não uma mulher. Ainda assim, mantenho minha opinião. Beijos.