Bem vindos!

...............
Mensagens





E neste caso... 
Eu nem sou poeta!



O que escrevo é o barulho do silencio dentro de mim.
Também nem me pertence o que borra o papel.

( ai de mim se a borracha não corrigisse).




O que solto é uma revoada de pássaros,
selvagens,
escapando pela janela,
perseguindo a primavera...



Que muito tarda quanto falha.
.
valquíria calado.

2 comentários:

mfc disse...

Gostei da sensação de liberdade que senti ao ler-te.

O Universo dos Pensamentos disse...

Bom dia, Val,


"O que escrevo é o barulho do silencio dentro de mim." O barulho dentro de nós grita, as vezes.

Bom final de semana, bjo