Bem vindos!

...............
Mensagens




Começo meu dia encarando sol que em entra pela janela,
me toca a face numa caricia suave e diz: 

A corda a vida te chama, vida!.
Então reúno todas minhas forças e me ponho de pé; 
Faço um balanço do ontem e encarro meu hoje.
Converso com Deus, peço -lhe ajuda. 
Me olho no espelho, não gosto do que vejo, 
ensaio um sorriso e escorre uma lágrima... 
Lembro que não tenho me alimentado... 
Hoje minha primeira tarefa será cuidar de mim...
Como eu desejaria fechar a cortina e dormir.
Já não sou menina, busco a maturidade do tempo vivido, 
e as forças forjadas em muitas lutas e me ergo! 
Continuo acreditando no amor e na felicidade, 
mas com novos conceitos e com outra visão. 
A fé é o firme fundamento...
Então olho em volto e vejo o que restou da batalha, 
o que eu posso salvar, 
o que tenho de jogar fora, 

o que posso dar e receber, 
sim receber, 


pensarei duas, três vezes antes de receber.
Eu me conscientizo dos meus valores, 
do que sou, 
e não do pensam que sou. 
Eu levei meio século pra ser, ninguém apaga o que sou, 
nem reformula o estabelecido.
Cá estou, pronta pra seguir e cumprir a minha missão de ser luz, 
sal, mel, refrigério e calmaria. 
O que sou e faço seja glória de um Deus que me mantém de joelhos 
me toma pela mão e me ergue.


Valquíria Calado. 




3 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

És mulher, és guerreira, és poesia. A poesia logo te chama à vida ,entrando pela janela, e vais firme, decidida a desempenhar todos os papéis que a a vida te deu e cobra. Gostei desse texto. parabéns. Beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Val
Um beijinho e saudades...muitas
passa no meu blogue e vê,, o blogue dedais da lili-






Batuque
Noite estrelada...
Ao redor da fogueira
Nós cantamos
Sentimos
E ouvimos...

O som do batuque...
E sabemos
Que este som

É África...
É loucura...
É vida...

E nós
Olhamos
Vivemos
E sentimos
O som do batuque
Dentro de nós...

E temos a certeza
Que esta África
Que tanto nos dói
Nunca nos deixará
Ser totalmente livres
E sempre
Nos aprisionará...

LILI LARANJO



LUCIENE RROQUES disse...

Quando os olhos batem no espelho deve-se não ver, mas sim ouvir todo o silêncio que muito pode dizer.Bom final de semana menina.
Um grande abraço!